Skip to main content

Você Sabia?

Colecionar 2017

O que é Numismática?

Numismática: a ciência que estuda as moedas e medalhas.

O termo “numismático” tem sido utilizado como sinônimo da arte de colecionar  moedas. A palavra também se aplica às peças que têm semelhança com as moedas, como por exemplo, as medalhas essencialmente comemorativas.

A preocupação principal da numismática é a moeda, enquanto peça cunhada. Ao numismata está dada a tarefa de analisar as moedas, por meio de diferentes métodos, para buscar nelas diferentes informações.

Mas, longe de ser uma tarefa simples, direta e objetiva, trata-se de uma atividade que exige conhecimento. Muito conhecimento. Só para se que se tenha uma ideia, durante esse trabalho o numismata precisa utilizar informações adquiridas em várias outras disciplinas. Dentre elas estão: a história, geografia e economia, bem como outros conteúdos pouco comuns, como a simbologia, epigrafia, icnografia e heráldica.

Numismática e Colecionismo

São atividades que muitas vezes caminham juntas, mas na essência, são diferentes. A numismática é caracterizada pelo exercício de estudar as moedas. Já o colecionismo diz respeito à aquisição e/ou posse da moeda. Assim como em outros tipos de coleções, quase sempre, o estudioso é também um colecionador de peças. Por isso, muitas vezes, a expressão “numismática” estar associada ao colecionismo de moedas. Trata-se de um assunto bem mais complexo e igualmente interessante.

Saiba muito mais no portal da Sociedade Numismática Brasileira: http://www.snb.org.br/portal/oqueenumismatica.htm

Fotos: https://www.google.com.br/

https://www.google.com.br/search

 

O que é filatelia?

Etimologicamente formada das palavras gregas phílos (amigo, amador) e atelês (franco, livre de qualquer encargo ou imposto), a Filatelia é normalmente definida como o ato de colecionar selos, especialmente aqueles considerados raros.

Mas, muito mais do que um hobby de colecionismo, a Filatelia é, ao mesmo tempo, uma ciência e uma arte que apaixona pessoas dos mais diversos lugares do mundo.

 História do Selo Postal e da Filatelia

O primeiro selo do mundo, conhecido como Penny Black, surgiu na Inglaterra, em 06 de maio de 1840, dentro da reorganização promovida no serviço postal daquele país, a partir das mudanças sugeridas por Rowland Hill, membro do parlamento britânico. Até essa data, o pagamento pela prestação do serviço de transporte e entrega de correspondências era feito pelo destinatário. A chegada do selo foi fundamental para o sucesso da reforma postal, que revolucionou os Correios no mundo inteiro.

Os primeiros selos do mundo têm como figuração a efígie (como a da Rainha Vitória, no Penny Black), o brasão ou a cifra.

Fontes: http://blog.correios.com.br/filatelia/?

Mais informações: http://mundoestranho.abril.com.br/cultura/o-que-e-filatelia/

 

 

 

 

Colecionar selos pode ser uma diversão e um hobby, mas também pode ser uma fonte de renda ou de investimento.  Embora  pareça uma atividade muita antiga, a verdade é que a paixão pelos selos nunca saiu de moda. Quem nunca guardou um selo postal ou não tem um parente ou amigo que coleciona ou colecionou um dia? Muitos começam ainda na infância, mas a verdade é que para colecionar selos não tem idade. Sempre é hora de começar.  E se você está iniciando a suas coleções de selos agora ou pensa em fazer isso um dia, aqui fica o nosso convite e um passo a passo. São sete dicas preparadas pela Revista Mundo Estranho, por ocasião de uma parceria com da Revista com a Federação Brasileira de Filatelia. Veja no link. # FicaaDica

Foto: Revista Mundo Estranho

Fonte: https://mundoestranho.abril.com.br/curiosidades/como-comecar-uma-colecao-de-selos/

Contatos e Info

  • Colecionar 2017

  • contato@colecionar2017.com.br