As coleções da infância ficam para sempre na memória

O tempo passa e as coleções que começam na infância ficam para sempre. As de figurinhas então nem se fala. Se não guardadas fisicamente, moram nas lembranças de que um dia economizou, chorou e brigou por aquela que faltava para completar o seu álbum.

Quase sempre ligadas aos grandes eventos mundiais e nacionais, a exemplo das copas do mundo, as coleções muitas vezes estiveram associadas às marcas. Além dos álbuns de times de futebol, uma das que mais fizeram sucesso por aqui, foram as figurinhas do chiclete Ping POng, lançado pela Kibon lá nos anos de 1945. E não era pra menos: foi o primeiro chiclete de bola do mercado brasileiro. Pouco tempo depois um concorrente se apresenta: o Ploc, marca da Adms.

Claro que as figurinhas foram uma estratégia pesada das marcas para alavancar suas vendas. Mas a provocação caiu no gosto da criançada, e partir das figurinhas dos álbuns, a paixão pela arte de colecionar ganhou mais popularidade no país. A filatelia foi um dos segmentos que se fortaleceu, embora já tenha seus adeptos desde que o Brasil começou a emitir selos.

Recentemente, a revista Veja fez uma matéria especial sobre as figurinhas das duas marcas de chicletes. Veja aqui.

https://vejasp.abril.com.br/blog/memoria/ping-pong-ploc/

Assessoria de imprensa da Colecionar 2017